• cribeiro915

Tudo sobre DevOps: o que é, benefícios e como implementar na sua empresa



DevOps é a junção dos termos Development (Dev) e Operations (Ops). Mas o que isso significa de fato?


Em um mercado de tecnologia onde os profissionais de TI têm atuado cada vez mais próximos aos negócios, DevOps vem como uma combinação de ferramentas, práticas para integração e metodologias que fazem com que essas áreas tenham integração contínua trazendo diversos benefícios para ambos.


Esse artigo trará mais informações sobre características e vantagens do modelo DevOps. Leia até o final para saber mais!


O que é DevOps?


DevOps é a união de pessoas, tecnologias e processos que aumentam a capacidade de uma empresa distribuir seus serviços em alta velocidade e fornece contínuo valor ao cliente.


Agora as equipes de operações, desenvolvimento, engenharia de qualidade e segurança não ficam mais isoladas entre elas, essas áreas atuam de forma colaborativa e coordenada para gerar produtos melhores.


As equipes utilizam essas práticas para automatizar processos que têm histórico de serem lentos. Portanto, ao adotar a cultura de DevOps, as equipes conseguem ter maior capacidade de responder melhor às necessidades dos clientes, cumprir as metas com maior agilidade, aumentar a confiança nos serviços e fazer com que as empresas consigam competir de forma mais eficaz no mercado.


Quais são os pilares da cultura DevOps?


As equipes envolvidas dão vida ao DevOps através da implementação de algumas práticas ao longo do ciclo de vida do sistema ou prestação de serviço. Algumas dessas práticas ajudam a melhorar, acelerar e automatizar uma fase específica e outras, englobam várias fases para que as equipes criem processos contínuos que melhoram a produtividade.


Existem alguns pilares da cultura DevOps, conforme abaixo:


Feedback contínuo: como DevOps é muito voltado à comunicação, a troca de feedbacks é uma ação bastante frequente entre as equipes que estão envolvidas no desenvolvimento do sistema ou da prestação de serviços.


Integração contínua: possibilidade de transferência de experiências e conhecimentos de maneira fácil entre os setores envolvidos no serviço.


Implantação contínua: a implantação contínua é essencial para o DevOps pois ela dá maior ênfase em entrega contínua e eficiente de novas versões do serviço ou sistemas que são executados.


Quais os benefícios do DevOps?


Entrega rápida: Quanto mais rápido as equipes lançam novos recursos e corrigem erros, maior será a agilidade de atender às necessidades dos clientes e criar vantagem competitiva.


Integração entre áreas: Além de unir as equipes, a integração promove uma quebra de barreiras que podem existir entre os gestores e o negócio. Além disso, é possível gerenciar ambiente de testes, implantação e produção de forma muito mais eficiente.


Confiabilidade: Práticas como integração e entrega contínua são usadas para testar se cada uma das alterações é segura e funciona. A garantia de qualidade das atualizações de aplicativos e alterações de infraestrutura para entregar com confiança em um ritmo mais rápido, sem deixar de manter uma experiência positiva para os usuários finais.


Simplificação de processos: Esse modo de trabalho acarreta algumas premissas que tornam fluxos de trabalho menos burocráticos. Uma delas é o reuso de módulos de software, flexibilidade em projetos para se adaptarem à redução de esforço de entrega e mudanças.


Como adotar um modelo de DevOps?


A transição para DevOps exige mudança de mentalidade e cultura. Ele remove a separação das duas equipes: desenvolvimento e operações. Então é preciso preparar o terreno começando a estabelecer metas específicas que tem como foco encontrar ferramentas que vão fazer sua equipe chegar no objetivo principal.


Com o DevOps, as duas equipes vão trabalhar juntas para otimizar a produtividade dos devs e confiabilidade das operações. A comunicação frequente deve ser de suma importância para que haja eficiência e melhoria na qualidade de serviços que são disponibilizados para os clientes.


As equipes assumem total responsabilidade dos serviços, indo muito além do escopo básico de seus cargos porque eles devem pensar na necessidade do cliente e como eles podem contribuir para atender a essas necessidades.


Alguns passos importantes:

  • Conheça o conceito DevOps

  • Use de diversas metodologias

  • Automatize os processos

  • Defina indicadores de desempenho

Quais as diferenças entre DevOps e Agile?


O Agile tem como base a automatização de desenvolvimento e rotinas de testes. Isso é feito de forma com que os processos sejam feitos de forma mais rápida, visando a redução de falha e otimizando a criação de códigos.


Escopo Agile: o escopo Agile é específico para a equipe de desenvolvimento e produtividade e progresso do projeto.

Já o DevOps, foca na consistência e no planejamento, ela procura identificar novas formas de aprimorar e simplificar processos. Em outras palavras, DevOps se concentra em maximizar a eficiência, aumentar a automação e identificar processos programáveis.


Escopo DevOps: União de desenvolvimento, garantia de qualidade e operações. As equipes se unem para desenvolver e entregar o projeto.

A adoção de ambos costuma dar ótimos resultados, uma vez que o Agile é um modelo que traz um modelo de entregas rápidas e alinhadas com o esperado pelo cliente e o DevOps otimiza esse sistema. Então, eles não só se complementam, mas também ajudam empresas a enfrentar mudanças na equipe.


Conclusão


A implementação desse modelo traz diversas vantagens, tanto para as equipes quanto para o seu negócio, uma vez que melhora a rotina dos profissionais envolvidos, aumenta a satisfação do cliente final e reduz erros.


Quer continuar por dentro dos nossos conteúdos? Deixe seu comentário lá embaixo e leia os outros artigos no nosso Blog.


Aproveite e nos siga nas redes sociais! Estamos no Facebook, LinkedIn, Instagram e também no Twitter!

13 visualizações0 comentário