• cribeiro915

Front-end e SEO, quais as melhores práticas?



Como todo bom desenvolvedor front-end deve saber, o mercado de tecnologia se modifica constantemente e cada vez mais rápido. É de grande importância que os profissionais de desenvolvimento de software se preocupem com boas práticas que podem fazer seu site sair nas primeiras posições nos buscadores online.


Por conta disso, a maior parte das empresas hoje em dia buscam um programador front-end diferenciado e um desses diferenciais é fazer um site otimizado para o Google, por isso, o SEO é tão importante.


Mas o que exatamente é SEO e qual a relação dele com front-end? Nesse artigo, mostramos o que é, qual a importância dele para o desenvolvimento em front-end, quais as melhores práticas, tecnologias e ferramentas para obter bons resultados de tráfego orgânico para a página da sua empresa.


O que é SEO?


SEO (Search Engine Optimization), otimização para motores de busca, em português, é o conjunto de estratégias com o objetivo de melhorar a qualidade e quantidade de tráfego de um site através de mecanismos de buscas orgânicas.


Quando pensamos em SEO pensamos também em reconhecimento de marca, aumento de tráfego, melhor desempenho e, por consequência, mais negócios para sua empresa.


Existem duas formas que o Google exibe seus resultados, links patrocinados e links orgânicos. O link patrocinado que, de forma resumida, vem do Google Ads, são links pagos de empresas que compram palavras-chave para que apareçam no topo das buscas. O link orgânico é de graça mas depende diretamente do trabalho de SEO que a empresa faz.


É importante ressaltar que grande parte dos cliques que as pessoas dão no Google vão diretamente para os primeiros resultados orgânicos. Portanto, quanto melhor posicionada a sua empresa está ranqueada no Google, maiores são as chances de ganhar visibilidade, tráfego, cliques e mais resultados com sua presença online.

O que é Front-end e o que ele tem a ver com SEO?


O Front-end está relacionado com a interface gráfica do projeto, ou seja, o desenvolvedor front-end é responsável por “dar vida” à interface e trabalhar com a parte da aplicação que interage diretamente com o usuário. Por isso, é essencial que o desenvolvedor tenha uma preocupação com a experiência do usuário.


Não menos importante, a renderização de páginas é uma tarefa muito importante para esse profissional. Por padrão, o mecanismo de renderização pode exibir documentos e imagens HTML e XML. Entender como uma página é renderizada é de grande importância porque ela garante respostas de muitas questões sobre quais são as melhores práticas de desenvolvimento e possibilita que os desenvolvedores front-end tomem decisões mais adequadas.


Alguns dos principais fatores de ranqueamento de buscas são impactados ou têm relação direta com o Front-end como conteúdo, HTML, CSS e JavaScript. O Front-end é o que, na maioria dos projetos, os buscadores têm permissão para analisar e classificar. Sendo assim, o uso correto da base do SEO no Front-end é fundamental para obter bons resultados de tráfego orgânico.


Quais são as melhores práticas de SEO para front-end?


Do ponto de vista de Front-end, a responsividade na página Web é uma das coisas mais importantes a ser trabalhada. Essa é uma técnica de estruturação de HTML e CSS. Em outras palavras, se você quer que sua página esteja adaptada aos smartfones, tablets, notebooks, TVs e desktop, você deveria ter pelo menos 5 páginas diferentes para que a estruturação esteja de acordo com o dispositivo usado, porém, com a evolução do design responsivo no CSS, muita coisa mudou e facilitou a vida dos desenvolvedores front-end ajudando na adaptação de páginas.


Desenvolvimento de sites responsivos é uma das preocupações mais constantes que os devs front-end devem ter. Se deve atentar a vários pontos como velocidade de conexão, medidas relativas, densidade de pixel e outros.


Abaixo você poderá encontrar mais informações sobre quais são outras práticas podem melhorar o SEO para front-end:


  • Otimize a velocidade de carregamento do site: A velocidade de carregamento do site é um dos fatores mais importantes e mais solicitados pelos buscadores. Para realizar essas correções, existem ferramentas gratuitas e pagas. O mais usado é o Google PageSpeed ​​Insights, que analisa a página e recomenda as melhores edições a serem feitas. Essa ferramenta do Google avalia, principalmente, os atributos do Front-end, assim como o Javascript, CSS, imagens e outros pontos importantes que podem afetar a velocidade de carregamento e navegabilidade das páginas.

  • Veja e acompanhe seus resultados com o Google Search Console: Uma ferramenta muito importante para monitorar e avaliar os resultados de suas estratégias de SEO. O Search Console é como um painel ao vivo que permite que você veja o desempenho do seu site nas SERPs (páginas de resultados do mecanismo de pesquisa). Os gráficos e relatórios mais interessantes de se observar são o de desempenho, cobertura e aprimoramento.

  • URL amigável: Uma regra muito importante em SEO é usar URLs amigáveis ​​em seu site:

1. https://www.meusite.com.br/nome-do-produto - Certo

2. https://www.meusite.com.br/prod001 - Errado


Atenção: o Google lê sua URL para descobrir sobre o que é esta página antes de ler as demais informações, por isso a importância de URLs amigáveis para as páginas do seu site. Quem define a URL é o Back-end, porém o Front-end pode modificar essa informação caso seja necessário.

  • Use a Metatag de descrição: A meta tag de descrição fornece ao Google e a outros mecanismos de pesquisa um resumo do tópico da página. Se o título da página consiste em uma palavra ou frase, a meta tag de descrição poderia ser uma frase, duas ou até mesmo um parágrafo curto. Você pode utilizar o Google Search Console para ver a seção de análise de conteúdo que informa sobre qualquer meta tag de descrição que seja muito curta, longa ou duplicada. Portanto, tenha uma descrição única para cada página.

  • A tag title e Description: A tag <title> é uma das coisas que o Google mais da relevância na otimização do site, sempre planeje bem o que será colocado no título da página, para que o cliente saiba o que ele vai encontrar entrando nela. A tag <description> também é um dos passos mais importantes na otimização do site e é ele que vai levar ao cliente uma breve descrição do que ele vai encontrar entrando em sua página.

  • Use atributo alt: Este atributo especifica o texto alternativo quando a imagem da página não pode ser exibida.

Se você usar uma imagem como link, esse texto alternativo vai ser entendido do mesmo jeito que um texto âncora de um link de texto. Fazer essa otimização no nome do arquivo e textos alternativos nas imagens facilita o entendimento do Google com relação a esse conteúdo.

  • Tag header x Tag tittle: O elemento HTML <header> representa um grupo de ajudas introdutórias ou de navegação. Ele pode conter alguns elementos de título, mas também outros elementos, como um logotipo, no cabeçalho da seção agrupada, um formulário de pesquisa e assim por diante.

Já o elemento HTML <title> define o título do documento, mostrado na barra de título na aba da página ou na aba de título de um navegador. Pode ter apenas texto e qualquer outra marcação contida no texto não são interpretadas.


Quais práticas podem afetar o SEO?


Enquanto a área de marketing e redação ficam responsáveis pelo conteúdo de qualidade que serão apresentados no site, o dev front-end deve ser atentar na estrutura e formatação dos sites e, para isso, é fundamental que esses profissionais saibam as práticas que podem afetar a estrutura o SEO, assim como:

  • Conferir se os elementos de CSS e JavaScript não estão afetando negativamente no tempo de carregamento da página;

  • Se certificar que a página criada é responsiva;

  • Ter URLs amigáveis;

  • Código limpo e organizado;

  • Garantir que os elementos HTML estejam sendo renderizados na página;

Tecnologias e Ferramentas para front-end


Existem diversas ferramentas e extensões de SEO para ajudar o desenvolvedor front-end. Listamos abaixo algumas dessas ferramentas que ajudam na hora de não errar no SEO do seu site e entregar um serviço de qualidade para o cliente final:

  • Google Analytics: uma das ferramentas de SEO mais conhecidas no marketing digital. Ao conectar a plataforma com o seu website, você terá acesso a diversas métricas de análise de tráfego e desempenho. Dessa forma, você poderá ver dados sobre audiência, número de visualizações mensais, páginas mais visualizadas, tráfego referido e muitas outras informações relevantes.

  • Google Search Console / Webmaster Tools: O objetivo é diagnosticar e detectar problemas de SEO nas páginas da web. Ele permite que você saiba em qual posição seu site está rankeado no buscador, além de analisar quais palavras-chave são capazes de gerar mais resultados para o seu negócio.

  • CSS Sprites: faça uso desta técnica para requisitar, de uma só vez, ao servidor as imagens do seu site. Com um número de requisições menor, o tempo de carregamento do seu site será melhor.

  • Google PageSpeed Insights: melhore o tempo de carregamento de suas páginas com estes automatizadores de tarefas. Reduza seus arquivos CSS e JS e comprima o tamanho de suas imagens.

  • Google Mobile-Friendly Test: tenha a certeza de que seu site é ou não é adaptado para dispositivos móveis fazendo uso desta ferramenta.

  • Google Lighthouse: Ferramenta automatizada que aprimora a qualidade de apps da Web. Quando informado um URL, ele fará uma série de testes na página que irá gerar um relatório de desempenho da página, onde você vai poder usar os testes que mostraram falha como indicadores do que pode ser feito para aprimorar o aplicativo.

  • TinyPNG: Essa ferramenta utiliza técnicas de compressão inteligente que possibilita comprimir imagens com extensões .jpg e .png sem perda de qualidade. Essa otimização de imagem pode influenciar o SEO já que a página vai carregar de forma mais rápida e o visitante terá uma melhor experiência já que conseguirá encontrar a informação de forma rápida e fácil.

Conclusão


SEO e front-end estão tão conectados que é praticamente impossível separar um do outro. É importante frisar que os resultados não aparecem de um dia para o outro, portanto, trabalhe constantemente em uma boa estrutura de site e conteúdo de qualidade.


As técnicas de SEO vão mudar e evoluir ao longo do tempo conforme as demandas dos mecanismos de busca, então, um SEO bem pensado e executado é uma ferramenta importantíssima que faz a diferença entre seu site aparecer nas primeiras páginas de busca ou ficar perdido no limbo da internet.



Gostou do artigo? Então deixe seu comentário lá embaixo e aproveite para ler os outros artigos no nosso Blog!


Autora: Caroline Ribeiro em colaboração com Fernando Santos, desenvolvedor front-end na Keener.



20 visualizações0 comentário